Fluoroscópio

De WikiHosp

É um instrumento muito utilizado para a observação de órgãos internos do corpo de pessoas doentes, de osso e etc - Fluoroscopia. Este aparelho possibilita esta visualização de forma rápida e sem causar dor.

Este aparelho também é capaz de revelar a presença de objetos estranhos no interior do corpo. O seu funcionamento está baseado na passagem de raios X através do corpo do paciente, formando imagens opacas ou parcialmente opacas das estruturas internas do organismo em observação.

O fluoroscópio consiste de duas partes: um tubo de raios X e uma tela constituída de cartolina recortada por certas substâncias fluorescentes. Estas substâncias que permitem que os raios X, que normalmente são invisíveis, se transformem em uma luz visível. A tela é ainda revestida por uma fina camada de chumbo.

O fluoroscópio deve ser utilizado em locais escuros. O paciente se posiciona em frente ao tubo de raios X e a tela fica do outro lado da região do corpo a ser examinada. Quando o aparelho começa a funcionar, os raios X, invisíveis, atravessam o corpo que está a sua frente, e estes raios não conseguem passar muito bem através dos ossos, dos órgãos internos e de objetos estranhos e, por isso, a tela capta uma imagem mais escura destas estruturas. Quanto mais espessos são os órgãos, menos raios conseguem atravessá-los, e mais escuras serão as sombras ou as imagens que eles produzem na tela. Este aparelho tem sido muito utilizado, principalmente para o diagnóstico de doenças pulmonares, do estômago e também doenças ligadas ao coração. Além disso, ele demonstra a localização e tamanho exatos de um tumor e facilita o estudo de órgãos situados em locais onde o exame é difícil de ser realizado.

Em alguns hospitais, este aparelho pode ser visto ligado a circuitos de televisão, o que permite uma observação instantânea dos órgãos em locais mais cômodos do que em recintos escuros, além e gravação das imagens obtidas, para que se possa realizar um exame mais detalhado posteriormente.

Ferramentas pessoais